sábado, 30 de abril de 2011

Teste: Coxinhas africanas da Nigella Lawson, pela Civilização





Leia aqui pormenores sobre o livro.


A minha opinião:

Este frango é simples, prático e delicioso. Gostei tanto que já adaptei com outros ingredientes e outras carnes. O podermos deixar a carne temperada num saco de véspera ajuda muito e ele fica com uma textura muito aveludada e saborosa, meio adocicada.


Pontuação: 5 Flavours

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Livro da semana: "Cozinha... O Coração da Casa" de Nigella Lawson, pela Civilização.



Veja aqui pormenores sobre o livro.

Título: "Cozinha... O Coração da Casa"
Autor: Nigella Lawson
Editora: Civilização Editora
Páginas: 490
ISBN: 9789895509836

Este livro apresenta receitas reconfortantes e práticas, mas com um toque moderno – ideais para a azáfama dos dias da semana. Todavia, também encontrará aqui pratos de confecção lenta para o fim-de-semana ou bolos e doces irresistíveis ao estilo da “deusa do lar”. Responde também a dúvidas do dia-a-dia, como o que dar aos miúdos para o lanche, como fazer uma refeição para amigos ou dar uma festa inesperada num instante. E como a verdadeira culinária advém muitas vezes de sobras, quase todas as receitas explicam como pode transformar uma receita noutra…
Além de apresentar várias novas receitas de fazer crescer água na boca, Nigella explica o que é essencial na cozinha (e o que não é necessário) em termos de equipamento e ingredientes mágicos. Mas, acima de tudo, lembra ao leitor o prazer que a comida a sério dá e o quanto é importante retomar a cadência tradicional da cozinha, pois ela cozinha ao ritmo do coração da casa, criando receitas simples e deliciosas para simplificar a vida.

Pontos fortes:
- Primeiras páginas com ideias para a gestão da cozinha e solução para pequenos problemas;
- Sugestões de aproveitamento de sobras depois de algumas receitas;
- Receitas práticas e usando muito o forno para evitar a nossa permanência ao fogão;
- Textos que antecedem as receitas.

Pontos fracos:
- Uso de bastantes ingredientes difíceis de encontrar em qualquer loja;
- Muitas receitas empregam elevadas quantidades de óleos e outras gorduras nada saudáveis e que podem ser feitos com o mesmo sabor e metade das quantidades;
- Capa fraca para um livro que, em princípio, terá muito uso e em locais susceptíveis de apanharem nódoas.

Pontuação: 4 Flavours

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Teste: Queques de banana e chocolate, de Nigella Lawson pela Civilização.





Leia aqui pormenores sobre o livro.


A minha opinião:

Estes queques são deliciosos mas muito pouco doces, por isso quem seja guloso tem de aumentar o açúcar para as 200gr. Muito simples de fazer, ficam muito fofos e altos. Esta receita rendeu-me 16 queques. Como bananas a precisar de serem gastas é coisa que não falta por aqui, esta receita vai passar a ser frequente! É excelente para o lanche dos miúdos, para acompanhar um café no final da refeição ou mesmo com um chá.


Pontuação: 5 Flavours


Sugestões:

Adicionei 25 gr. de côco ralado, subsituí o imenso óleo da receita por 45 gr. de azeite e juntei ainda 1 c. de café de aroma de chocolate. Usei cacau negro sem açúcar.

Teste: Bread Pudding com Pepitas de Chocolate, de Nigella Lawson pela Civilização.





Leia aqui pormenores sobre o livro.


A minha opinião:

Esta receita é excelente para todos os gulosos mas principalmente para quem tem bastantes sobras de pão, que é o meu caso que, com a máquina do pão, apetece é sempre pão fresco e não o do dia anterior. Como o pão ralado não se gasta em grandes quantidades e pudins não se comem todas as semanas, começa a ficar difícil utilizar todo o que sobra.
Esta receita é então a ideal, podendo aproveitar esse pão numa sobremesa muito saborosa e diferente.
É rápida e simples de fazer, ficando com um aroma e aspecto tentadores. Pode fazê-la na quantidade que desejar em função do pão que tem ou do tamanho que pretende. No meu caso utilizei mais pão que o indicado.
Indica para utilizar açúcar Demerara que pode ser encontrado em lojas como a Celeiro Dieta, mas no meu caso, como não tinha, usei açúcar amarelo.


Pontuação: 4,5 Flavours


Sugestões:

Adicionei 4 damascos secos em cubinhos pequenos e piquei uma tablete de chocolate preto na Bimby em vez de usar pepitas. As natas também substituí por quatro danoninhos a precisarem de ser comidos.

Teste: Lombo de bacalhau à Henrique Sá Pessoa, pela Esfera dos Livros.






Leia aqui pormenores sobre o livro.

A minha opinião:

Este bacalhau é divinal e muito fácil de fazer. Fica muito apaladado e bem cozido, sendo um excelente prato para quando temos pessoas a jantar e temos de fazer algo que se faça quase sozinho e se mantenha quente o tempo que for necessário até ir à mesa. Vou repetir muitas vezes!


Pontuação: 5 Flavours


Sugestões:

Pode usar pimento congelado em tiras que fica igualmente bom, só tem de as passar previamente por água e secar bem. Pode também juntar um punhado de aipo em tirinhas ao azeite na frigideira e um pouco de malagueta picadinha.

Se sobrar só tem de tirar as espinhas ao bacalhau e guardar o azeite. Pode cozer uma massa linguini e salteá-la no azeite com o bacalhau e polvilhar com coentros antes de servir. Este vai ser o destino do que sobrou desta refeição.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Teste: Creme de Alho Francês, de Henrique Sá Pessoa pela Esfera dos Livros




Leia aqui pormenores sobre o livro.


A minha opinião:

Mais uma sopa fácil e leve na carteira. Gostei dela mas não tanto como das outras que já tinha experimentado. É leve e saborosa, ideal como sopa de Primavera e Verão.


Pontuação: 4 Flavours

Bifinhos do cachaço em molho exótico



Ingredientes:

- 1 raminho de alecrim;
- 1 dente de alho laminado;
- azeite;
- 1 c. de chá de mel;
- sumo de 1 laranja;
- 1 caixa de bifinhos do cachaço.


Preparação:

Coloque azeite numa frigideira alta com o alecrim e o alho e deixe tomar sabor. Junte os bifes temperados de sal a gosto e deixe cozinhar. Quando estiverem a seu gostom retire-os para um prato e adicione ao molho o sumo da laranja e o mel. Deixe ferver por 2 minutos, junte os bifinhos e deixe cozinhar mais 3 a 5 minutos.

Sugestão:
Servi com arroz basmati branco lavado salteado em azeite e alho em pó.

Salmão suave de mostarda ultra rápido



Ingredientes:

- Lombos de salmão;
- Mostarda;
- tomilho limão;
- azeite;
- alho em pó;
- sal.

Preparação:

Deixe descongelar os lombos do salmão e unte-os completamente em mostarda.
Aqueça uma frigideira e coloque-lhe 2 colheres de sopa de azeite, 1 colher de café de alho em pó e um punhado de tomilho limão. Deixe apurar os sabores.
Junte então os lombos e deixe cozinhar por cerca de 1,5 minuto a 2,5 de cada lado. Não deixe mais que isso, a menos que sejam muito altos.
Sirva de imediato com uma batata cozida a vapor temperada com o azeite restante ou um arroz de alho, como foi o caso.

Courgettes gratinadas em cama de maçã e cogumelos acompanhado por arroz de alho e bacon




Por aqui há sempre o dilema do que fazer aos vegetais para que gostem deles já que cozidos ninguém os quer. Vai daí lembrei-me de inventar uma coisa diferente que se revelou super deliciosa!

Ingredientes para 2 pessoas:

- 1 courgette em fatias de 1cm;
- 1 lata pequena de cogumelos laminados;
- 1/2 caixa de tiras de bacon;
- 1 1/2 maçã em cubos;
- alho em pó;
- 1/2 c. de chá endro seco;
- 2 c. de sopa de azeite;
- sal;
- 3 fatias de queijo flamengo;
- 1 c. chá de mel.

Preparação:

Numa frigideira alta, coloque o azeite com o endro e o alho em pó. Deixe cozinhar um pouco. Junte os cogumelos, espere mais um a dois minutos e adicione então a courgette. Deixe cozinhar envolvendo bem por 5 minutos.

Entretanto arranje a maçã.

Findo o tempo, deite todo o conteúdo da frigideira num tabuleiro de ir ao forno, misture a maçã e cubra com as fatias do queijo em pedaços ou com queijo ralado e espalhe a colher de mel.
Leve ao forno a gratinar até estar dourado e sirva quente.

Acompanhei com um arroz de bacon e alho muito simples e que sai muito cá em casa.

Arroz de alho e bacon

Ingredientes para 4 pessoas:

- 250 gr. de arroz basmati;
- 1l de água quente;
- sal;
- alho em pó;
- 1 caixa de tiras de bacon;
- azeite.

Preparação:

Coza o arroz na água quente temperada de sal. Eu faço-o na Bimby com o arroz temperado de sal no cesto por 15 minutos na vel.4. Depois de cozido lave-o bem em água fria.
Coloque o azeite com o bacon e 1 c. de café de alho em pó numa frigideira e deixe cozinhar um pouco. Junte o arroz envolvendo bem até estar bem quente. Sirva de imediato.

Bolinhas e fios entrelaçados em veludo.



Ingredientes:

- 12 almôndegas;
- 1 courgette;
- 1 dente de alho;
- 1 c. chá de manjericão;
- 2 c. sopa de azeite;
- 4 c. de sopa de polpa de tomate;
- 1 c. de sopa de ketshup;
- 1/2 copo de vinho branco;
- 1 cebola;
- 250gr. de massa esparguete;
- 1 c. de sobremesa de óleo;
- sal.


Preparação:

Coloque na cuba da Fussioncook ou numa panela alta o azeite com o alho, o manjericão e a cebola em luas. Programe 2 minutos manual e vá mexendo de vez em quando. Junte a polpa, o ketshup e o vinho e deixe ferver mais um pouco. Junte a courgette com casca em fatias e deixe ferver por 4 a 5 minutos. Junte então as almôndegas, alguma água e sal a gosto. Se usou a Fussioncook programe 15 minutos e feche-a. Se usou um tacho coloque em lume brando e deixe cozinhar até estarem quase prontas.

Aproveite agora para colocar a massa a cozer. Coloque 1,5l. de água com muito sal ao lume e a colher do óleo. Assim que ferver junte a massa e dexe cozer em lume brando por 7 a 8 minutos. Se tiver Bimby pode cozê-la de acordo com o livro base. No final escorra a massa e passe-a por água fria.

Retire as almôndegas para um prato e triture o molho. Se tem Bimby, passe o molho nela por 1 minuto na vel.7. Volte a colocar as almôndegas no molho e programe mais 5 minutos ou deixe ferver mais um pouco em lume brando.

Para servir coloque uma porção de espaguete em cada prato, as almôndegas e por cima uma dose generosa do molho.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Lista de sites onde pode encontrar receitas do Chef. Henrique Sá Pessoa, esta semana em teste.



Ingrediente Secreto

A Bimby e os grandes Chefs de cozinha

Ingrediente Secreto no Facebook

Prove Portugal

No youtube encontra imensas receitas dos programas dele. Deixo só uma pela simplicidade. Sanduíche de Brie. Veja aqui.

Livro da próxima semana... "Cozinha... O Coração da Casa" de Nigella Lawson, pela Civilização.



Veja aqui pormenores sobre o livro.

Título: "Cozinha... O Coração da Casa"
Autor: Nigella Lawson
Editora: Civilização Editora
Páginas: 490
ISBN: 9789895509836

Este livro apresenta receitas reconfortantes e práticas, mas com um toque moderno – ideais para a azáfama dos dias da semana. Todavia, também encontrará aqui pratos de confecção lenta para o fim-de-semana ou bolos e doces irresistíveis ao estilo da “deusa do lar”. Responde também a dúvidas do dia-a-dia, como o que dar aos miúdos para o lanche, como fazer uma refeição para amigos ou dar uma festa inesperada num instante. E como a verdadeira culinária advém muitas vezes de sobras, quase todas as receitas explicam como pode transformar uma receita noutra…
Além de apresentar várias novas receitas de fazer crescer água na boca, Nigella explica o que é essencial na cozinha (e o que não é necessário) em termos de equipamento e ingredientes mágicos. Mas, acima de tudo, lembra ao leitor o prazer que a comida a sério dá e o quanto é importante retomar a cadência tradicional da cozinha, pois ela cozinha ao ritmo do coração da casa, criando receitas simples e deliciosas para simplificar a vida.

Risoto de Bacalhau com inspiração de Henrique Sá Pessoa



Este risoto serviu para aproveitar uma posta de bacalhau cozido e uns restos de couve-flor e bróculos. Tinha guardado a água da cozedura e peguei no livro da semana, excelente por sinal, e adaptei. Ficou MARAVILHOSO! No dia seguinte ainda estava melhor.

Então, a receita é baseada nas duas belas receitas de risoto do Henrique Sá Pessoa, das páginas 144 e 145 do meu querido livro "Curso de Cozinha", pela Esfera dos Livros.


Ingredientes:

- 2 dentes de alho;
- 1 cebola;
- azeite;
- 50ml de vinho branco;
- água da cozedora do bacalhau 750ml (tinha 250 a que acrescentei água quente);
- 3 fatias de queijo de sanduíche;
- 1 folha de louro;
- 1 c. sopa de manjericão seco;
- sal e pimenta q.b.
- 200 gr de arroz para risoto (arbóreo);
- 1 1/2 postas de bacalhau cozido e aos pedaços;
- 1 pé de brócolo e de couve-flor cozidos e picados grosseiramente.


Preparação:

Picar na Bi,by ou à mão os alhos e as cebolas e refogar no azeite com a folha de louro. Piquei por 5 seg. na vel.5 e refoguei em 5 min. vel.1 temp.100.
Juntar o arroz e deixar refogar. Coloquei 3 minutos na vel. colher inversa e temp. 100.
Adicionar o vinho e deixar apurar. Programei 3 minutos na colher inversa na temp. 100.
Colocar a borboleta e juntar a água da cozedura quente até cobrir tudo. Programar 14 minutos colher inversa na temp.100. Ter um fervedor com água quente ou uma panela e ir adicionando água sempre que comece a secar.
Findo o tempo rectificar temperos e juntar o bacalhau, os vegetais e o manjericão. Programar mais 4 minutos na mesma velocidade e temperatura.
Quando faltar 1 minuto juntar o queijo. Deixar repousar alguns minutos e servir quando estiver cremoso.


Nota: Se sobrar guarde no frigorífico e sirva no outro dia aquecido, fica excelente!

Livro em teste esta semana... "Curso de Cozinha" de Henrique Sá Pessoa, pela Esfera dos Livros.



Veja aqui o livro.

Título: "Curso de Cozinha"
Autor: Henrique Sá Pessoa
Editora: Esfera dos Livros
Colecção: Manuais e Guias
Páginas: +/- 160 + 32 extratextos
ISBN: 978-989-626-262-4


Comecemos pelas ferramentas do ofício. Conheça tudo o que precisa de saber sobre carne, legumes, peixe, o que deve ter na sua despensa, massas, molhos, utensílios de cozinha, etc. Arregace as mangas, siga as instruções e comece a experimentar as receitas básicas, simples e que resultam. Aprenda a fazer arroz cozido, refogado, no forno, ovos mexidos, escalfados e cozidos... Ultrapassada a primeira aventura culinária, está apto para dar asas ao seu «espírito aventureiro» na cozinha e servir pratos como Massa de tinta de choco com camarão e chilli, Moqueca de peixeouBife com puré de batata e manteiga de queijo Roquefort. Parabéns! Já ultrapassou os dois primeiros níveis deste Curso de Cozinha de Henrique Sá Pessoa. Tirou as suas dúvidas, aprendeu truques essenciais e impressionou familiares e amigos. Mas para obter o diploma ainda tem de completar mais duas etapas. A fasquia fica mais elevada, os ingredientes vão puxar pela sua imaginação. O chef sugere Lombo de tamboril com crosta de especiarias ou Mousse de lima com framboesas. Não se preocupe, você está pronta/o para assumir o comando por completo da sua cozinha e fazer receitas que mais ninguém faz. Facas e tachos a postos. O diploma está à vista. Arrisque um Escalope de foie gras com puré de abóbora e chocolate preto, ou um Risoto de crepes com filete de pregado assado e creme de castanhas.


A minha opinião:

Este livro, apesar de nos escapar à primeira vista, não devem deixar de agarrar num e fugir rapidamente para a vossa cozinha. Este homem é o deus das sopas! E digo sopas porque ainda não comecei a testar em força os pratos, mas acho que não me vou arrepender. Voltando às sopas, são mesmo mesmo muito simples, rápidas e tão mas tão deliciosas que dá vontade de o abraçar!
O livro ajuda em vários aspectos, não apenas com receitas mas em explicando-nos para que se usa o quê, como, em que tipo de alimentos deveremos usar cada especiaria ou erva aromática e vai-nos preparando até ao final, uma vez que as receitas estão dispostas por graus de dificuldade. Tenho o meu cheio de marcadores de receitas a testar!
Quer receitas rápidas e simples mas que vão surpreender até os mais cépticos? Quer ser um "chef" em dois tempos? Então este é o seu livro.
Deixo um desafio ao Henrique, e que tal um livro só dedicado a sopas e entradas?

Pontos fortes:
- Receitas fáceis, simples e rápidas;
- Explicações iniciais;
- Apontamentos nos finais das receitas que o tornam mais próximo de nós;
- Leveza do grafismo.

Pontos fracos:
- Uso de alguns ingredientes difíceis de encontrar em qualquer loja;
- Falta de apontamento em receitas que usam processos já apresentados anteriormente da página das mesmas (para quem folheia, decide-se por aquela e não se recorda ou ainda não viu o livro todo);
- Poucas receitas de doces.

Pontuação: 4 Flavours

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Teste: Sopa de Cenoura de Henrique Sá Pessoa, pela Esfera dos Livros.




Leia aqui pormenores sobre o livro.


A minha opinião:

Mais uma sopa fácil e leve na carteira. Esta não leva sal e é deliciosa. Tem um toque diferente e parece-me excelente para servir no jantar de festa ou que se pretenda mais requintado. Também é boa à temperatura natural.


Pontuação: 4,5 Flavours


Sugestões:
Segui a receita à risca e da próxima vez irei apenas colocar metade da quantidade de gengibre pois fica bastante picante e intensa. Acho que irei gostar mais dela um pouco mais suave. Coloquei umas areias de sal mas muito pouco.

Teste: Creme de Courgettes de Henrique Sá Pessoa, pela Esfera dos Livros




Leia aqui pormenores sobre o livro.

A minha opinião:

Esta receita é fabulosa! É, sem dúvida, a minha sopa preferida de todos os tempos! É leve, faz-se tão tão depressa e sabe sempre bem, quente ou apenas morna se o tempo estiver quente. Mesmo nos dias seguintes continua sempre deliciosa. Para além de tudo, é leve também em calorias e na carteira! Vou repetir muitas e muitas vezes!


Pontuação: 5 Flavours


Sugestões:
Como não tinha manjericão naquele dia usei um molho de tomilho limão.
Fiz na Bimby com os mesmos tempos e na vel. 1. O queijo foi o que tinha, 3 fatias de queijo para sandes adicionadas quase no final do tempo. Triturei por 2 minutos na vel.7.

domingo, 10 de abril de 2011

Livro em teste esta semana... "Feito em Casa" de Joana Roque, pela Esfera dos Livros.



http://www.esferadoslivros.pt/livros.php?id_li=242

Título: "Feito em Casa"
Autor: Joana Roque
Editora: Esfera dos Livros
Colecção: Manuais e Guias
Páginas: 448
ISBN: 9789896262891

Para Joana Roque, cozinhar, mais do que uma arte, é um prazer. Cresceu entre tachos e panelas a fumegar na cozinha da mãe e da avó que, de avental aprumado e ar atarefado, lhe foram transmitindo alguns conselhos únicos, histórias de bolos com nomes de tias, de pratos que já a bisavó fazia, de petiscos feitos a olho e outras tantas receitas de família. Joana Roque anotou tudo nos seus cadernos de receitas.

Com mais de 250 receitas e conselhos de economia doméstica, Joana Roque traz-nos receitas tradicionais, os seus pratos preferidos para comer em frente à televisão, a sua «comida de conforto» para dias em que precisamos de um mimo especial, as receitas rápidas e práticas para receber familiares e amigos em casa, os bolos para festas de anos, as bolachas para uma tarde de frio, pratos que conseguimos fazer com restos que iam ter como destino o caixote do lixo, etc.

Sabia que com um quilo de carne picada pode fazer pratos variados? Que a melhor forma de não deixar legumes frescos apodrecerem no seu frigorífico é congelá-los em sacos com etiquetas? Que um jantar com 20 pessoas em casa não precisa de ser um stress desde que siga as dicas da Joana? Que em vez de gastar dinheiro em prendas de Natal pode criar os seus próprios cabazes?

Ao longo de doze meses acompanhamos o dia-a-dia de Joana Roque e os truques que utiliza para fazer receitas rápidas, saborosas, com os ingredientes que temos na despensa, e que, mais importante do que tudo, saem sempre bem.

A minha opinião:

Trata-se de um livro que ultrapassa o habitual livro de culinária, uma vez que é acompanhado de pequenas partilhas sobre o dia-a-dia, desafios e preocupações da autora, o que nos leva a lê-lo como se se tratasse de um diário e, com o tipo de letra e formatação escolhida, apesar de as fotos não acompanharem as receitas, ficamos com imensa vontade de experimentar cada uma.
Fico ansiosamente à espera de mais um livro desta autora!

Pontos fortes:
- Receitas fáceis, simples e com ingredientes fáceis de conseguir;
- Inspira um sentimento de partilha e intimidade com a autora;
- As sugestões de economia e gestão das refeições;
- Leveza do grafismo.

Pontos fracos:
- Índice final de receitas que nem sempre corresponde à página certa, o que dificulta o procurar uma receita específica por não se encontrar organizado por temas.

Pontuação: 4 Flavours

sábado, 9 de abril de 2011

Sugestão: Ervas aromáticas frescas.



Como tenho uma vida muito ocupada, quando tenho algum tempo e encontro ervas aromáticas bem frescas, compro e preparo-as para posteriores utilizações. Basta lavá-las muito bem e cortá-las como as irá utilizar para sacos de sandes. Depois é só congelar e usar quando precisa. Não perdem o efeito pretendido e estão sempre prontas.

Neste caso preparei hortelã e cebolinho.

Ovos mexidos pela manhã.





Esta receita resulta de uma fome avassaladora e de uma inspiração irresistível que resultaram mesmo muito bem!

Ingredientes para 1 pessoa:
- 2 ovos;
- 5 tomates cherry;
- 1/2 lata de cogumelos inteiros;
- 1/2 lata de milho;
- 1 cebola em luas;
- alho em pó;
- leite;
- cebolinho picado;
- sal refinado e azeite aromatizado (alho, louro e malagueta).


Preparação:

Coloque uma frigideira ao lume com azeite aromatizado, os cogumelos cortados ao meio e o milho. Tempere com alho em pó e junte os tomates cherry cortados ao meio e deixe cozinhar por 2 minutos. Bata os ovos num copo com sal, o leite e o cebolinho picado. Junte na frigideira e mexa bem, apagando o lume antes de estarem prontos para usar o calor da frigideira e não cozerem demais.

Se servir ao pequeno-almoço, junte pedaços de pão e uma bebida a gosto. Neste caso foi um descafeinado da Dolce Gusto com leite.

Teste: Borrego assado em alecrim e canela - de Joana Roque, pela Esfera dos Livros.




Leia aqui pormenores sobre o livro.

A minha opinião:

Não sei se lhe posso chamar teste, já que fiz tantas alterações, mas ficou o melhor borrego que já cozinhei! A receita em si é simples e vou fazê-la à risca esta semana, mas não resisti a adaptá-la às costelas de borrego! Divinal!


Pontuação: 5 Flavours


Sugestões:
- Usei costelas de borrego que temperei pelo lado côncavo e depois virei e assei com a parte plana para cima;
- Acrescentei 2 c. de sopa de ketshup, coloquei um ramo de alecrim entre cada corte das costelas e temperei com canela em pó e 5 cravinhos;
- Juntei batatas temperadas de sal, alho em pó e tomilho com uma colher muito pequena de banha de porco por cima.

Teste: Feijoada de lulas - de Joana Roque, pela Esfera dos Livros.






Leia aqui pormenores sobre o livro.

A minha opinião:

Esta receita é simplesmente deliciosa e, para quem utiliza a Fussioncook como eu, faz-se em 13 minutos. Foi feita enquanto tomava banho e me preparava para sair esta manhã de modo a ficar já feita.
Mais uma vez, uma receita simples, deliciosa e que nos deixa com vontade de repetir! Este livro é fantástico!


Pontos fortes:

A simplicidade da receita, rapidez do processo e sabor!


Pontos fracos:

Não encontrei.


Pontuação: 5 Flavours


Sugestões:
- Usei um frasco de feijão branco cozido e uma embalagem de lulas inteiras limpas em vez de argolas;
- Não coloquei tomate fresco mas apenas polpa e uma colher de sopa de vinho branco;
- Usei molho picante caseiro e pimento verde que tenho sempre congelado;
- Acrescentei couve lombarda em pedaços que juntei aquando do feijão e uma caixinha de bacon em tiras;
- Para quem tem a Fussioncook, é colocar tudo na cuba excepto o feijão e a couve e programar 3 minutos. Juntá-los então, rectificar temperos e programar mais 10 minutos.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Teste: Sconnes de iogurte - de Joana Roque, pela Esfera dos Livros.




Leia aqui pormenores sobre o livro.

A minha opinião:

Trata-se de uma receita verdadeiramente fantástica. Os sconnes ficam muito macios e mantêm-se assim por muitos dias. Muito saborosos e fáceis de fazer. Foram apreciados por todos, tanto que ficaram curiosíssimos por ir conhecer o livro. Rendeu 16 sconnes.

Pontos fortes:

- Simplicidade da receita e dos ingredientes;
- Cozerem rapidamente e manterem-se macios por muitos dias;
- Não terem i travo amargo de muitos que já comi.


Pontos fracos:
- Não tem.


Pontuação: 5 Flavours


Sugestões:
- Usei 2 danoninhos que precisava de gastar;
- Juntei 1 c. de café de aroma de baunilha à massa e mais leite do que indicava a receita, visto a massa ter ficado muito compacta.

domingo, 3 de abril de 2011

Teste: Bolo de Banana, Aveia e Canela - de Joana Roque, em "Feito em Casa", pela Esfera dos Livros




Leia aqui pormenores sobre o livro.

A minha opinião:

Trata-se de um bolo que, exceptuando o óleo e o açúcar sugerido, o que é igualmente adaptável, é bastante saudável e resulta um bolo maior do que se pode pensar à partida visto crescer bastante. A aveia por cima dá-lhe um aspecto bonito e é um excelente sugestão para acompanhar um chá num lanche de amigas ou para beber com um café no final da refeição.


Pontos fortes:

Destaco os ingredientes que envolve, a aveia, produto saudável e pouco calórico, a canela que sempre valoriza um doce ao dar-lhe o toque aromático, e as bananas, uma fruta que rapidamente amadurece demais e ninguém a quer, sendo uma boa sugestão de aproveitamento.
Como sempre nas receitas da Joana, a simplicidade quer da receita quer dos ingredientes são uma mais valia por não implicar um agendamento prévio à sua realização, visto envolver alimentos comuns em todas as cozinhas.


Pontos fracos:

Tem de ser um bolo sempre servido com uma bebida visto ser um pouco seco, nada em demasia, mas que pede mesmo um liquido.


Pontuação: 4 Flavours


Sugestões:
Bati o bolo na Bimby por fases sempre na velocidade 5. Fica pronto em segundos.
Adicionei mais leite, uma vez que a massa estava muito compacta.
Reduzi o açúcar para 2x e usei óleo de amendoim.
Polvilhei por cima, para além da aveia, com açúcar para ficar mais crocante.

Bolo "Coração" de Chocolate

E um dia destes, saiu da minha cozinha este delicioso bolo com interior húmido. Foi todo feito com chocolate preto e, em vez das natas da cobertura, usei dois danoninhos que estavam quase no limite do prazo a precisarem de ser consumidos. Deu-lhe um toque diferente do agrado de todos. Também substituí o óleo por azeite.

Para verem a receita, basta clicar na foto.




Fritata de camarão




Ingredientes:

- Sobra de batatas fritas (fritei na actifry);
- miolo de camarão;
- 4 paus de delicias do mar;
- 1 cebola em luas;
- 1 dente de alho laminado;
- azeite q.b.;
- 1 lata pequena de cogumelos inteiros;
- sal, pimenta e tomilho a gosto.

Preparação:

Colocar azeite numa frigideira e saltear a cebola, o alho, o camarão e os cogumelos. Juntar as batatas quando a cebola estiver transparente, temperar a gosto e juntar quase no final as delicias em pedaços.
Ocorreu um erro neste dispositivo